No ar
Terça, 28 de junho de 2022
(89) 3462-1200 / (89) 99448-4877
Saúde

29/03/2022 ás 11h11

35

Redação

Oeiras / PI

Casos de dengue crescem e saúde investiga possível mutação
Segundo Gilberto começou em janeiro e está se espalhando para todo o país, principalmente devido ao período chuvoso.
Casos de dengue crescem e saúde investiga possível mutação
.

O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), o médico Gilberto Albuquerque, afirmou nesta segunda-feira (28) que o Ministério da Saúde está investigando se existe alguma nova variante da dengue circulando pelo país, devido ao aumento dos casos da doença. Somente em Teresina, está sendo registrado um aumento de cerca de 400%.


Um comparativo realizado pela FMS, em relação às notificações que foram veiculadas, aponta um aumento substancial dos casos de dengue. Em 2021 foram 168 casos registrados de 1º de janeiro a 28 de março. Em 2022, no mesmo período, foram 835 casos, um aumento de 397%. No ano, passado nesse período não foram registradas mortes. Já neste ano, ocorreu a morte de uma pessoa.


Esse aumento nos casos tem sido registrado em vários estados do país, por isso o Ministério da Saúde está analisando a possibilidade de existir uma variante diferente circulando pelo Brasil. Amostras de vários estados, inclusive do Piauí, já foram enviadas para o governo federal saber se realmente existe uma nova forma de dengue no país. Atualmente, uma dengue encontrada no estado é do tipo 1 e 2.


“A dengue é uma doença viral, está se investigando através do genoma, se é a mesma dengue, ou se está circulando uma nova variante”, destacou o presidente da FMS.


Segundo Gilberto começou em janeiro e está se espalhando para todo o país, principalmente devido ao período chuvoso.


“Nesse sistema a situação tem nível mais complexo. O estado está tendo chuvas desde outubro e há risco de ovos dos mosquitos Aedes aegypti eclodirem”, afirmou. Além da dengue, o mosquito é responsável pela transmissão de doenças como zika chikungunya.


Cuidados


Muitos dos casos de dengue podem ser já vistos que são boas parte dos domicílios da dengue. O mosquito deposita os ovos em recipientes com água parada e os mesmos podem permanecer no local por um ano.


Entre os cuidados estão:


·         Colocação de garrafas vazias de cabeça para baixo; 


·         Tampar tonéis, depósitos de água, caixas d’água e qualquer tipo de recipiente que possa reservar água; 


·         Manter os quintais bem variados, eliminando recipientes que possam acumular água, como tampinha de garrafa, folhas e sacolas plásticas; 


·         Escovar bem as bordas dos recipientes (vasilha de água e comida de animais, pratos de plantas, tonéis e caixas d’água) e manter-los sempre limpos. 

FONTE: Cidade Verde

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2022 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium