No ar
Terça, 28 de junho de 2022
(89) 3462-1200 / (89) 99448-4877
Polícia

22/03/2022 ás 11h11

32

Redação

Oeiras / PI

Garoto de 13 anos conta como matou a mãe e o irmão na Paraíba
.
Garoto de 13 anos conta como matou a mãe e o irmão na Paraíba
.

Está circulando nas redes sociais o áudio do depoimento do garoto de 13 anos que matou a mãe e o irmão de 7 anos a tiros e deixou o pai ferido gravemente. O caso aconteceu no sábado (19), na cidade de Patos, na Paraíba, e arma usada no crime era do pai, que é policial. Ele relatou à polícia que estava se sentindo pressionado pelos pais por conta do mau desempenho escolar.


Na gravação, o garoto contou ao delegado que deu o celular da mãe para o irmão mais novo ficar no quarto dele e depois atirou nela. “Eu tinha entregado o celular da minha mãe para o irmão que estava no meu quarto. Eu peguei a arma no mesmo lugar onde meu pai guardava. Ela estava na cama deitada, quase dormindo, e eu dei um tiro. Depois fui atrás de Gabriel [irmão mais novo], que ficou correndo e gritando ‘mamãe’, depois papai chegou, dei um tiro no papai e depois no Gabriel”, relatou o adolescente.


Ao delegado, o menino contou que atirou no irmão no momento em que ele estava de costas e abraçado ao pai, que já estava baleado no chão. “O Gabriel, depois que viu que o pai estava no chão, ele foi para cima e abraçou ele”, afirmou.


Depois de ter efetuados os disparos, o menino relatou que o pai mandou que ele soltasse a arma e o questionou o porquê de ter feito isso.


“Percebi que meu pai estava vivo e falando. Antes de dar o tiro ele falou ‘solta essa arma’, ‘joga essa arma no mato’. Depois que eu dei o tiro, ele perguntou porque eu fiz isso e eu respondi: ‘foi porque eles viviam me pressionando por causa de nota, eles não me deixavam praticar outras atividades, não me deixavam fazer quase nada, eu me sentia pressionado por isso’”, disse.


Depois do crime, o menino disse que guardou a arma no mesmo lugar onde ela estava.


O menino já foi apreendido e levado para a Delegacia de Homicídios e Entorpecentes da Polícia Civil de Patos.

FONTE: GP1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2022 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium