No ar
Atitude.com
Terça, 23 de outubro de 2018
(89) 3462-1200 / (89) 99410-9321
Geral

05/05/2018 ás 09h14

7

/

Motorista da Sesapi é enterrado em caixão lacrado por suspeita de H1N1
Motorista da Sesapi é enterrado em caixão lacrado por suspeita de H1N1

O motorista da Secretaria de Saúde do PIauí (Sesapi) de iniciais F.L.S., de 52 anos, morreu com suspeita de contaminação pelo vírus H1N1 em Teresina. O caso ainda está sob investigação no Laboratório Central de Saúde Pública Dr. Costa Alvarenga (Lacen). A família do paciente preferiu não gravar entrevista, mas informou que ele precisou ser enterrado em um caixão lacrado, por conta do protocolo de suspeita.



 



Familiares  relataram à TV Cidade Verde que ele tinha problemas cardíacos e que uma forte gripe havia o atingido, rapidamente o levando a óbito. Se confirmada, esta pode ser a primeira morte provocada pela doença no Piauí em 2018.



 



Até esta sexta-feira 52 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave são investigados pelo laboratório.  Sete casos da doença já foram confirmados este ano. Entre eles está o caso da garota de 13 anos internada no HUT e sob tratamento com Tamiflu, medicamento usado para tratar o H1N1. 



 



Acaba estoque de vacinas



O estoque de vacinas contra a gripe, que protegem contra os vítus influenza tipo B, A H1N1 e A H3N2 já zerou na Rede de Frios de Teresina. De acordo com Amariles Borba, diretora de Vigilância em Saúde, as vacinas não serão repostas este final de semana, mas somente na próxima semana. "Assim que o Ministério da Saúde nos enviar novos frascos", explica. 



 



A Influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. A transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém-contaminadas por secreções respiratórias pode levar o agente infeccioso direto a boca, olhos ou nariz.



 



O dia D de mobilização da campanha de vacina contra a gripe será dia 12 de maio. Fazem parte dos grupos prioritários os indivíduos com 60 anos ou mais de idade, as crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade, as gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), os trabalhadores da saúde, os professores das escolas públicas e privadas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.


FONTE: Cidade Verde

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium