No ar
Programa Evangélico Deus é amor
Terça, 07 de abril de 2020
(89) 3462-1200 / (89) 99464-6677
Brasil

17/03/2020 ás 13h06

71

Redação

Oeiras / PI

Diocese de Oeiras decreta que todas as atividades que reúnam grande número de fiéis sejam suspensas
Segundo a nota, partir desta segunda-feira, 16, estão suspensas todas as atividades que reúnam grande número de fiéis
Diocese de Oeiras decreta que todas as atividades que reúnam grande número de fiéis sejam suspensas

Em nota assinada pelo bispo de Oeiras, Dom Edilson Soares Nobre e pelo Pe Kleyton Vieira, Chanceler da Cúria, a Diocese de Oeiras emitiu uma nota oficial sobre o coronavírus.


Segundo a nota, partir desta segunda-feira, 16, estão suspensas todas as atividades que reúnam grande número de fiéis, a saber: encontros (catequese, círculos de estudos, reuniões pastorais, etc), assembleias, Vias-Sacras públicas, procissões, festas de padroeiro e aglomerações acima de 100 pessoas em ambiente fechado e 200 pessoas em ambiente aberto, dentre outras recomendações.


Confira a nota na íntegra:


Aos que virem Nosso Decreto saudações, graça, paz e bênçãos no Senhor!


 

Fazemos saber que:


Considerando os documentos oficiais acerca das medidas públicas preventivas contra a pandemia do Convid-19 (Corona Vírus);


Considerando que o Bispo Diocesano, a teor do Cânon 87 § 1 do Código de Direito Canônico, pode dispensar os fiéis do cumprimento das leis disciplinares em seu território;


Considerando o grave perigo de contaminação em se tratando de aglomeração de pessoas e colaborando com as autoridades públicas governamentais,


Considerando o nosso empenho e compromisso com a vida diante do apelo do evangelho ?viu, sentiu compaixão e cuidou dele? (Lc 10,33-34) dispomos o seguinte, até que disponhamos o contrário:


1. Todos os fiéis estão dispensados da obrigação prevista no cânon 1247 do Código de Direito Canônico de participar das Missas Dominicais e nos demais dias de preceitos;


2. Aqueles que optarem por não participar da celebração da Missa, recomenda-se vivamente de acompanha-las pelos meios de comunicação como rádios, TV e redes sociais;


3. Os fiéis que participarem da Missa devem manter uma distância prudente uns dos outros, segundo orientações das autoridades sanitárias, como prevenção contra o contágio;


4. As Celebrações da Eucaristia não podem reunir mais de 100 pessoas em ambientes fechados ou 200 pessoas em ambiente aberto;


5. Durante as celebrações evita-se o abraço da paz, dar as mãos e, a Sagrada Comunhão seja recebida na mão;


6. Durante as Celebrações, a Igreja e lugares celebrativos permaneçam com portas e janelas abertas, facilitando a circulação de ventilação;


7. Redobrar a atenção com a higienização dos lugares de celebração, tomando os seguintes cuidados: oferecer água para lavagem das mãos e/ou sempre que possível, disponibilizar álcool em gel para os fiéis e manter com rigor a limpeza do ambiente celebrativo;


8. A partir desta data, estão suspensas todas as atividades que reúnam grande número de fiéis, a saber: encontros (catequese, círculos de estudos, reuniões pastorais, etc), assembleias, Vias-Sacras públicas, procissões, festas de padroeiro e aglomerações acima de 100 pessoas em ambiente fechado e 200 pessoas em ambiente aberto;


9. Em vista da defesa da saúde e do bem-estar dos idosos e das pessoas que se enquadram nos grupos de riscos, estão suspensas as confissões nesse período de risco de pandemia;


10. Ao clero recomenda-se aumentar o número de Missas visando diminuir a quantidade de pessoas nas celebrações, e o cuidado com a própria saúde e a dos fiéis;


11. À comunidade dos féis, às autoridades públicas e à sociedade em geral recomenda-se o compromisso com a defesa de vida em plenitude para todos com aplicação de políticas públicas justas e eficazes no combate de tal epidemia;


12. Recomenda-se, ainda nesse tempo, a oração pessoal ou em família, como a Leitura Orante da Bíblia, o Santo Rosário e a Oração pedida pelo Santo Padre.


Estas orientações têm vigência de 15 dias a partir da data de sua publicação. E para os dias seguintes, reavaliaremos o quadro de risco dessa pandemia e tomaremos novas medidas.


Que a Virgem Mãe da Vitória, que nos acompanhou e nos acompanha em tantas vitórias, nos assista no empenho pela superação dessa situação de risco de pandemia. E todos, mantenhamos comprometidos, vigilantes e esperançosos pois, em Cristo, ?a esperança não decepciona porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações? (Rm 5,5).


Deus recompense a todos os que estão trabalhando para amenizar as dores dos que padecem e abençoe os que buscam a solução para essa grave situação.


Dado e passado em Nossa Cúria Diocesana, aos 16 dias do mês de março de 2020, sob o Nosso Sinal e Selo de Nossa Chancelaria.


Edilson Soares Nobre
Bispo de Oeiras


Pe Kleyton Vieira
Chanceler da Cúria

FONTE: PORTAL INTEGRAÇÃO

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium