No ar
Sexta, 18 de outubro de 2019
(89) 3462-1200 / (89) 99464-6677
Polícia

12/09/2019 ás 16h43 - atualizada em 30/09/2019 ás 09h01

55

Redação

Oeiras / PI

Polícia de Oeiras prende principal suspeito de assassinar cabeleireiro a tiros em Oeiras
Homicídio aconteceu em 22 de janeiro de 2018.

A Polícia Civil, o Núcleo de Investigação da Delegacia Regional de Oeiras e Núcleo e Inteligência da Polícia Civil do Piauí-Seccional Oeiras prenderam o principal suspeito de cometer um homicídio em Oeiras em 22 de janeiro de 2018.

O homicídio teve como vítima o cabeleireiro Antônio José Dionísio, 49 anos, (foto) que foi morto a tiros e sua residência, no bairro Oeiras Nova.

As investigações tiveram início logo após o crime, e as informações mais recentes levaram a Polícia a LINDIMAR CAETANO DA SILVA, que é o principal suspeito. Ele foi preso e teve a sua prisão temporária decretada. "Esta prisão temporária é essencial para a sequência das investigações. Ela tem a duração de 30 dias, podendo ser prorrogada por mais 30. É o período em que esperamos concluir o inquérito e assim pedir a prisão preventiva", explicou o delegado Antônio Nilton, acrescentando que todos os elementos colhidos até o momento levam a crer que o suspeito seja de fato o autor do delito.

Lindimar Caetano da Silva, conhecido como "Galeguim do Ceará", e natural de Assaré-CE, e foi preso em sua residência no bairro Jureminha. Ele já tem passagem pela polícia de Oeiras por roubos a mão armada, sendo um ao Posto Chico Cazé e outro a uma distribuidora de bebidas.



O delegado pede que quem tiver alguma informação sobre o caso, que possa colaborar com a polícia através do aplicativo de denúncias de Polícia Civil de Oeiras. PARA DENUNCIAR BASTA CLICAR AQUI. A identidade do denunciante será preservada.

O CRIME

O crime aconteceu quando Antônio José estava em sua casa, onde também funcionava o seu salão, na rua João Nunes, próximo ao Morro do Leme, deitado em uma rede, e um homem usando capacete chegou em uma moto, entrou na casa e disparou quatro tiros contra o cabeleireiro, que atingiram rosto, ouvido, pescoço e boca do cabeleireiro.

Peritos vieram da cidade de Picos e afirmaram que foram encontrados quatro perfurações no corpo de Antônio José. Dois projeteis ainda foram encontrados fora do corpo da vítima e sem apresentar marcas de sangue, o que leva a crer que foram efetuados seis disparos contra o mesmo.

Funcionários de um posto de um combustível que fica bem próximo contaram à polícia que ainda chegaram a ouvir os tiros e os gritos do cabelereiro, mas quando chegou ao local ele já estava morto. A polícia imediatamente foi acionada e iniciou diligências.

FONTE: MURAL DA VILA

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium