No ar
Sem foto
Segunda, 18 de novembro de 2019
(89) 3462-1200 / (89) 99464-6677
Brasil

03/07/2019 ás 18h59 - atualizada em 03/07/2019 ás 19h39

243

Redação

Oeiras / PI

Bastidores: ânimos exaltados, protestos e ameaça judicial marcam arbitral da Série B
Reunião na Federação de Futebol do Piauí define formato da Segundona e ganha capítulo de insatisfação com clubes não inscritos na competição. Disputa começa em setembro, em Floriano

O pontapé inicial da Série B do Piauiense foi dado na terça-feira após arbitral, na sede da Federação de Futebol do Piauí. Apesar de tudo parecer tranquilo após a definição do modelo de disputa da Segundona, detalhes chamaram a atenção de quem esteve presente na entidade. 



O primeiro deles começou antes mesmo do fim da reunião, quando os representantes de Caiçara e Oeiras apareceram na FFP, mesmo não tendo suas inscrições homologadas. Inclusive, os dirigentes foram na entidade reivindicar o direito de participação na Segundona. Fato não aceito pela federação por conta das irregularidades dos clubes. 






 

Alex Amorim, diretor Oeiras — Foto: Stephanie Pacheco/GloboEsporte.comAlex Amorim, diretor Oeiras — Foto: Stephanie Pacheco/GloboEsporte.com

Alex Amorim, diretor Oeiras — Foto: Stephanie Pacheco/GloboEsporte.com 





Enquanto isso, na sala da presidência, local do encontro entre Robert Brown e os representantes dos seis clubes pré-inscritos na disputa, o clima começou a esquentar. Do lado de fora, era possível ouvir as vozes alteradas, sinalizando que algo não andava bem. A certeza veio após a não permissão da entrada da impressa para registrar fotos ou imagens do momento. 






 

Arbitral Série B Piauiense  — Foto: Stephanie Pacheco/GloboEsporte.comArbitral Série B Piauiense  — Foto: Stephanie Pacheco/GloboEsporte.com

Arbitral Série B Piauiense — Foto: Stephanie Pacheco/GloboEsporte.com 





 



O tom mais acalorado na sala das decisões, deu indícios de que o modelo de disputa apresentado pela FFP não foi bem aceito por todos os presentes. Informação confirmada por dois dirigentes logo após a definição. Picos e Cori-Sabbá deixaram a reunião insatisfeitos e fizeram questão de deixar claro que vão precisar refazer os planos de montagem do elenco. Apesar disso, tiveram que aceitar a definição e agora vão precisar remodular o processo de montagem dos elencos. 




Logo após a intensa reunião que durou cerca de duas horas, o regulamento da Série B ficou definido: a disputa, que dará ao campeão e vice vaga na elite do Piauiense de 2020, será disputa no formato sub-23. Para amenizar e diminuir algumas insatisfações, das 30 inscrições liberadas para cada equipe, sete poderão ser feitas com jogadores acima da idade limite. 





A Segundona terá inicio no dia 6 de setembro, com o duelo entre Cori-Sabbá e Fluminense-PI, em Floriano. A bola via rolar às 20h, no estádio Tibério Nunes. No dia seguinte, Picos e Timon duelam no mesmo horário, no Helvídio Nunes. A primeira rodada erá encerrada no dia 8, com o duelo entre Oeirense e Comercial, às 16h, na Primeira Capital.



FONTE: Globo esporte

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium