No ar
Programa evangélico Encontro com Cristo
Sábado, 25 de maio de 2019
(89) 3462-1200 / (89) 99464-6677
Brasil

17/05/2019 ás 08h12 - atualizada em 17/05/2019 ás 08h54

71

Jaiza Silva

Oeiras / PI

Mauro Tapety responde B.Sá e diz que identidade para o ex-prefeito depende de conveniências
Declarações do líder político dos Bocas Pretas de Oeiras causam reação no clã dos Tupamaros; Mauro Tapety fala em falta de prestígio.
Mauro Tapety responde B.Sá e diz que identidade para o ex-prefeito depende de conveniências

O ex-deputado estadual Mauro Tapety (MDB) rebateu as declarações feitas nesta quinta-feira (16) pelo ex-deputado federal B.Sá (Progressistas). Numa entrevista na Assembleia Legislativa, B.Sá, líder dos bocas pretas de Oeiras, disse que os Tapetys perderam identidade política, cometeram pecados e se entregaram ao PT. Os dois grupos rivalizam há décadas na cidade.


Na resposta, Mauro Tapety, representante dos tupamaros, disse que identidade política para B.Sá é a conveniência dele. O emedebista ainda justificou que não foi candidato a deputado estadual nas eleições de 2018 porque não quis, lembrou que sua sobrinha Vanessa Tapety foi candidata a vice-governadora de Dr. Pessoa e teve grande votação em Oeiras e região.


Sobre a trecho em que B.Sá afirma que os Tapetys se entregaram ao PT, Mauro explicou que seu irmão Tapety Neto, ex-prefeito de Oeiras, apoiou o deputado federal petista Assis Carvalho, mas que isso não significa perda de identidade do grupo dos tupamaros. Ele lembrou que no passado o próprio B. Sá já se uniu a Assis para derrotar sua família e agora tenta desqualificar a aliança do petista com uma parcela dos Tapetys.


"Quanto a esse problema dele dizer que nós perdemos identidade porque nos unimos com Assis, o B.Sá também já se uniu com Assis no passado e não perdeu a identidade. Para nos derrotar, eles se uniram. Nós estamos nessa união com Assis desde a eleição passada e o MDB terá candidatura do Tapety Neto a prefeito, com a possibilidade bem grande de termos coligação com o PT comandado pelo Assis. Quando era coligação com ele B. Sá existia identidade e agora [porque é com a gente] não existe identidade?", questionou Mauro.


 


FALTA DE PRESTÍGIO DOS BOCAS PRETAS
Na defesa dos tupamaros, Mauro Tapety atribuiu as críticas de B.Sá ao que ele considera ser falta de prestígio dos bocas pretas junto ao governador Wellington Dias (PT). Mauro afirma que não votou em Wellington para governador e que seu grupo não reivindica nada no governo estadual, ao contrário do clã liderado por B. Sá, que sonha com espaços na gestão.


"O que está gerando esse problema não é o nosso grupo político não, porque nós sabemos nossa posição. Eu acho que esse problema está sendo gerado pela falta de prestígio deles junto ao governador Wellington e nós não temos nada a ver com isso. Nós não votamos no governador e não estamos querendo nada. Se ele [B. Sá] está perdendo alguma coisa, não é nossa responsabilidade. O problema aí é a falta de prestígio junto ao governador", disparou.


 


MAIS UM CONFRONTO
Atualmente, o prefeito de Oeiras é Zé Raimundo (Progressistas), sobrinho de B.Sá. Ele vai para a reeleição em 2020 e já tem o principal adversário definido. Do lado dos tupamaros, o ex-prefeito Tapety Neto, irmão de Mauro Tapety, se prepara para a disputa.


"O MDB de Oeiras continua firme, forte e presente no município. Nós vamos disputar a eleição de prefeito com a candidatura do Tapety Neto. Acreditamos que o PT, comandado pelo deputado federal Assis Carvalho, vai fazer parte dessa chapa vitoriosa", concluiu Mauro.

FONTE: Politica Dinâmica

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium