Mortes causadas por infecções na maternidade Evangelina Rosa são apuradas - Rádio Primeira Capital NOTICIA »

18/06/2018 às 09h43min - Atualizada em 18/06/2018 às 09h43min

Mortes causadas por infecções na maternidade Evangelina Rosa são apuradas

Deve ser divulgado nesta segunda-feira (18/06) um parecer sobre casos de óbitos provocados por infecção em pacientes internadas na Maternidade Dona Evangelina Rosa. O Ministério Público do Piauí e o Conselho Regional de Medicina estão acompanhando a situação de perto para evitar mais mortes.



Na semana passada, uma mulher morreu com suspeita de infecção hospitalar após ser internada na maternidade. Este foi o segundo falecimento em 48 horas. Identificada como Márcia Pereira, a vítima tinha apenas 32 anos, era casada e estava grávida do seu terceiro filho.





Segundo reportagem veiculada no programa Bom Dia Meio Norte, Márcia teria dado entrada no hospital no dia 5 de junho, foi orientada a fazer cesariana e laqueadura das trompas por já estar no nono mês de gestação, tendo alta seis dias depois. 



A sogra de Márcia foi quem a acompanhou no parto e na recuperação, ela declarou que ela do centro cirúrgico sentindo fortes dores, mas o médico disse que era normal. Em casa a moça teve febre alta, diarreia e as dores se intensificaram, sendo preciso levá-la à maternidade do bairro Buenos Aires, mas os remédios não surtiam efeito, assim, Márcia voltou para a Evangelina Rosa, onde veio a falecer.



Segundo o MP, sete pacientes da Maternidade Evangelina Rosa estão internadas com suspeita de infecção hospitalar, duas estão na UTI e as outras cinco nas enfermarias.




AUTOR/FONTE: 180 graus

RPC 830

([email protected])